Pages

domingo, 8 de maio de 2011

Como escolher a cerimonial

Como contei no último post, acabo de escolher a minha cerimonial. Pra ajudar quem está nessa fase, vou dar algumas dicas de como fizemos para selecionar a profissional - e eu espero, do fundo do meu coração, que dê tudo certo para mim e para todas vocês! :)

  • Indicação de amigos e parentes. Não tenho nenhuma experiência em organização de festa, não fui debutante, não conhecia ninguém do ramo e portanto tive que partir do zero. A melhor forma que encontrei foi através da indicação de amigos. Procurei amigas e pessoas próximas que já eram casadas e pedi sugestões. Não quis arriscar pegar uma pessoa que vi em um anúncio  de catálogo ou em alguma feira - acho que no caso da cerimonial, é muito arriscado pegar o serviço "no escuro".
  • Empatia. Não adianta. Você tem que ir com a cara da pessoa. É o profissional que vai ficar ao longo de todo esse tempo ao seu lado, dando dicas, fazendo indicações e sugestões. Você tem que se sentir à vontade para discutir as coisas com essa pessoa, dizer não quando for preciso e acatar algumas recomendações.
  • Preço. Como não sou rica e muito menos milionária, tenho um orçamento a seguir. E acho meio nada a ver gastar uma grana preta com a cerimonial. Aqui em Curitiba, os preços variam entre R$ 1200 e R$ 1600, em média. Então tentei escolher algo nessa faixa. Uma dica que uma amiga me deu foi: "fuja das cerimoniais que querem cobrar 10% do valor da festa". E eu fugi mesmo..hehe.
  • Habilidade para resolver as coisas. Nos encontros que tive com os profissionais, sempre tentei ver a habilidade que eles tinham para solucionar eventuais problemas (dá pra perguntar o que eles fariam caso um determinado material não chegasse no prazo estabelecido ou das bebidas acabarem no meio da festa). Para mim, essa é a maior competência que os cerimoniais devem ter - de resolver possíveis imprevistos. 
  • Confirmação de presença. De que forma os convidados podem confirmar a presença? É possível confirmar por e-mail e por telefone? Qual é o custo disso? 
  • Organização do trabalho. Outra grande competência que o cerimonial deve ter é a capacidade de organização. Como ele organiza o trabalho dele? No dia, como o profissional faz para checar tudo? Como o roteiro do casamento é organizado?
  • Noivos livres para fazer suas próprias escolhas. A festa de casamento é o primeiro passo para uma vida a dois. E é a partir daí que os noivos começam a fazer as primeiras escolhas em conjunto. A festa tem que ter a cara do casal. Por isso, é importante que o profissional os deixe bem à vontade para escolher o roteiro do casamento, o tipo de festa, etc. Claro, sempre lembrando que o profissional tem o dever de avisar os noivos sobre possíveis fornecedores problemáticos ou outras coisas que podem dar confusão na festa. Mas a decisão final é sempre dos noivos.
  • Sem "empurração" de fornecedores. Isso é o que mais me irritou quando fomos ver um dos cerimoniais. A pessoa queria que eu fosse ver o vestido em determinado lugar e não parava de falar de um buffet, que depois eu fui conhecer e odiei. Fiquei com a impressão de que a pessoa ganhava algo em cima das recomendações.
  • Know-how do mercado. É importante verificar se o cerimonial está por dentro do que está acontecendo no mercado, se busca referências em diferentes lugares para ajudar na organização e também se sabe bem quem são os fornecedores "furados".

0 comentários:

Postar um comentário